Para mais receitas, entre no nosso site: www.servegana.com

As fotos e receitas deste blog podem ser usadas livremente apenas na internet e com os devido link diretamente para o site www.servegana.com. Agradecemos a compreensão e o carinho de todos.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Bacon de porto bello num BLT vegano

18/12/14
Para quem não se entende com a soja, o bacon vegano de porto bello é uma ótima opção. É suave, adocicado e vai muito bem num sanduiche BLT (bacon, lettuce and tomato- que quer dizer bacon, alface e tomate). Fizemos uma versão nossa desse sanduiche, com maionese de pimenta, tomate assado e o bacon de porto bello. Ficou MUITO bom!




Para o bacon





porto bellos gigantes picados em fatias nem finas, nem grossas (não achamos o gigante para a foto, mas fica melhor com ele) * Vc tb pode picar em quadradinhos. Fica mais parecido com bacon


maple syrup ou melado

fumaça líquida (usamos a de nogueira da marca olgin)- 
vende no mercado livre

sal a gosto

pimenta do reino a gosto






Para os tomates assados


tomates fatiados
alho picadinho
tomilho fresco
sal
azeite




Para a maionese de pimenta


125 ml de leite de amêndoas
250 ml de óleo vegetal (preferimos girassol misturado com azeite- 1/3 de azeite para 2/3 de óleo * se usar só azeite a maionese tende a ficar amarga)
1 dente de alho pequenino (sem o miolo, que tb é amargo)
1 colher de chá de molho de mostarda amarela (ou a que preferir)
1 colher de chá de tabasco ou a pimenta que mais gostar e a gosto
1/2 limão espremido (veja se não está velho, porque tb tende a amargar a maionese)
1 colher de sopa de açúcar (opcional- se gostar de agridoce)






Alface
pão vegano




Coloque os tomates numa assadeira com alho picado, sal, tomilho e azeite em cima de cada fatia. Leve ao forno por uns 25 a 30 minutos.




Passe o porto bello no maple syrup ou melado, acrescente sal e pimenta a gosto e coloque-os numa frigideira quente, com um fio de azeite. Coloque sobre cada fatia duas gotas de fumaça líquida. frite dos dois lados.





No liquidificador, coloque o leite de amêndoas já coado, a mostarda, o alho, o sal, o tabasco e o açúcar (se for usar) e ligue-o. Vá derramando o óleo misturado com a azeite (ou só óleo) em fio, até que acabe. Imediatamente jogue o limão espremido, bata um segundo e desligue.



Agora é só montar o sanduíche e saborear!

Purê de chuchu vegan


18/12/14
Como usar o chuchu no dia-a-dia? Aqui temos um bom exemplo. Super saboroso e saudável, o purê de chuchu é uma ótima opção!


1 talo de alho poró pequeno picado
3 tomates
1 dente de alho pequeno picadinho
3 chuchus, aproximadamente
sal a gosto
pimenta do reino a gosto
louro em pó a gosto (opcional)
azeite para refogar



Refogue o alho poró e o alho picado, acrescente o chuchu picado (sem casca). Bata os tomates no liquidificador e acrescente sal, louro em pó (opcional) e pimenta do reino a gosto. Junte o tomate batido ao chuchu e deixe cozinhar até que esteja mole. Desligue o fogo, deixe esfriar um pouquinho e coloque tudo no liquidificador.  Despeje numa travessa e sirva.







segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Tofu à parmegiana


17/11/14
Às vezes falamos em tofu e as pessoas viram os olhos, acham ruim... Isso é porque muita gente não sabe que uma boa marinada transforma completamente o tofu . Este prato é delicioso. Receitinha do nosso livro.


Marinado:
250 g de tofu cortado em 4 quadrados iguais
1 limão
algumas folhas de louro (umas 4)
pimenta do reino a gosto
alho em pó a gosto
shoyo a gosto



farinha de rosca com ervas (só misturar a farinha a alguma erva que goste)
2 colheres de sopa de amido de milho diluído em 4 colheres de sopa de água
azeite a gosto
molho de tomate (de sua preferência) a gosto
salsinha a gosto
queijo vegano (opcional)





Deixe o tofu, já fatiado, de molho na mistura dos ingredientes do marinado (acima) de um dia para o outro. No outro dia, escorra o tofu e passe as fatias na mistura de amido com água, empanando-as, em seguida, em farinha de rosca. Frite-as no azeite, numa frigideira baixa até dourarem de ambos os  lados.
Numa assadeira untada, disponha as fatias já fritas e acrescente molho de tomate por cima. Se quiser, coloque ainda o queijo vegano ou mesmo o presunto vegano defumado industrializado. Leve ao forno apenas para gratinar. Sirva.




sábado, 25 de outubro de 2014

Maionese de leite de amêndoas (vegan)


25/10/14
Esta maionese vegana é a melhor que já comemos. Ninguém diz que não tem ovos... É muito boa mesmo!


1/2 xícara de leite de amêndoas forte
1 xícara de óleo vegetal 
(usamos óleo vegetal comum e colocamos umas 3 colheres de azeite junto)
1/2 dente de alho
sal a gosto
1/2 limão espremido



Faça um leite de amêndoas forte e bem coado.
No liquidificador, coloque o leite de amêndoas e o alho. Bata. Coloque o liquidificador na potência baixa e vá acrescentando o óleo BEM devagar. Quando terminar, acrescente o sal e o limão, com o liquidificador ainda em movimento. Bata só para misturar. Desligue e coloque num vidro. Leve à geladeira.
Fica bem firme e DELICIOSA!!! 


Usamos um vidro de melado (reutilizamos) para guardar. Ficou um charme!

obs. Não fica com gosto de amêndoas.


Barquetes de maionese (vegan)


25/10/14
A barquete de maionese é bem conhecida dos brasileiros e todo mundo adora. Esta receita vegana, no entanto, é bem especial... Nos foi passada por nossa mãe e é simplesmente irresistível. Usamos a maionese de amêndoas, que faz toda a diferença. As crianças usaram a palavra MARAVILHOSA para descrever... Então, vale a pena fazer!!


4 batatas médias
150g de palmito em conserva (fervido e picado)
1/2 xícara de ervilhas frescas
2 espigas de milho grandes
salsinha e cebolinha a gosto (capriche)
sal a gosto
1 limão pequeno espremido
azeite a gosto
(usamos, em geral, 3 partes de azeite para 1 de limão, mas dá para colocar mais)
azeitonas verdes picadas a gosto (usamos aprox. 1/2 xícara)

maionese de amêndoas (veja a receita)
barquetes veganas 
(em geral são veganas...mas leia os ingredientes antes de comprar)



Cozinhe as batatas em água e sal (descascadas e cortadas) até estarem bem macias (o sal tem que ser suficiente para salgá-las, pois não usaremos sal no final). Numa panela, retire o milho das espigas e acrescente a ervilha fresca e sal a gosto. Leva ao fogo, com um pouquinho de água (pouco mesmo) para cozinharem com a tampa fechada, até estarem macios. Escorra as batatas e, num recipiente grande, amasse-as. Junte o milho e a ervilha, o palmito, as azeitonas picadas, o cheiro-verde picadinho, o limão espremido, o azeite e misture bem. Vai ficar um pouco ressecado (pouco), mas não há problema, pois acrescentaremos a maionese depois. Leve à geladeira, sem a maionese, para que resfrie.

Na hora de servir, acrescente maionese de amêndoas e coloque nas barquetes. Bom apetite!




quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Palitinhos assados de gergelim e linhaça (vegan)

16/10/14
Estes palitinhos são muito fáceis de fazer e quebram um galho na hora do lanchinho.... Ótima opção para as crianças.



1 ½ xícaras de farinha (pode ser integral, branca ou ainda farinha de aveia)
1 colher de sopa de suco de limão
2 colheres de azeite
½ xícara de água
sal a gosto
linhaça, gergelim ou ervas secas (qualquer uma e a gosto)
1 colher de chá de missô



Misture os ingredientes até obter uma massa homogênea, que desgruda das mãos (se precisar,  acrescente mais farinha ou mais água). Com um rolo, abra a massa, aos pedaços, até que fique muito  fina. Corte em tirinhas. Coloque-as numa assadeira (não precisa untar) e leve ao forno a 180°C até que dourem levemente.

Pupunha assada com pesto cremoso (vegan)


16/10/14
Este pesto cremoso é diferente do normal, porque ele usa arroz e vai ao fogo até engrossar. Fica uma delícia e dá para ser usado em pizzas, em salgados, na lasanha, como aperitivo (com palitinhos de gergelim, por exemplo), etc. Com a pupunha assada ficou incrível!



Para o pesto cremoso

1 xícara de arroz cozido (usamos o integral)
1 xícara de água
1 mão cheia de castanha de caju
sal a gosto
2 colheres de sopa de azeite
4 ramos de manjericão- só as folhas ou a gosto


Bata tudo no liquidificador, despeje numa panela e leve ao fogo até engrossar. É rápido, rápido.



Para a pupunha

4 talos de pupunha macios
sal a gosto (capriche no sal)
pimenta do reino a gosto
1 colher de sobremesa de margarina (vegana) ou azeite
papel alumínio para embrulhar



Fure a pupunha com um garfo, para que o tempero penetre. Corte o papel alumínio em retângulos maiores que a pupunha (que dê para embrulhá-las separadamente) Acrescente sal (atenção: coloque mais do que o usual, porque ela tende a ficar insossa), a pimenta do reino e a margarina. Feche os embrulhos e leve ao forno a 160°C por aproximadamente 40 minutos ou até ficarem bem macias.
Retire do forno, corte ao meio e acrescente o pesto cremoso. Salpique castanhas de caju e sirva.







Pin It button on image hover