Para mais receitas, entre no nosso site: www.servegana.com

As fotos e receitas deste blog podem ser usadas livremente apenas na internet e com os devido link diretamente para o site www.servegana.com. Agradecemos a compreensão e o carinho de todos.

sexta-feira, 20 de março de 2015

Torta de palmito rápida vegan

20/03/15
Uma tortinha rápida e deliciosa!



Massa


3/4 xícara de óleo
1e 1/2 colher de sopa de semente de linhaça deixada previamente em molho em água filtrada
1 e 1/2 xícara de leite vegetal (utilizamos o de soja)
1e 1/2 xícara de farinha de trigo branca
1 e 1/2 colher sopa de fermento em pó
3/4 colher chá de sal ou a gosto


Recheio


1 vidro de palmito
1 lata de milho
azeitonas verdes a gosto picadas
cheiro-verde a gosto picado
sal a gosto
1 tomate picado
1 cebola média picada
2 dentes de alho picados
pimenta do reino a gosto
requeijão vegano a gosto (usamos da marca Bem me quer)



Ferva os palmitos durante quinze minutos. Refogue cebola e alho em uma frigideira. Acrescente o tomate, o palmito picado, o milho, sal e pimenta. No final do cozimento, acrescente cheiro-verde, azeitonas e o requeijão.


Bata os ingredientes da massa no liquidificador. Unte uma forma, coloque metade da massa. Depois coloque o recheio devagar e o restante da massa.
Asse em forno pré-aquecido por, aproximadamente, 40 minutos.

Nhoque de banana verde com farinha de arroz e molho falso de tomates (sem glúten, vegan)


20/03/15
Esta massa de nhoque fica muito leve. O molho muita gente já conhece.... Saborosíssimo.



Para a massa do nhoque


5 bananas verdes
1 xicara e meia de farinha de arroz
sal a gosto



Retire as bananas do cacho sem que abram a ponta (têm que estar inteiras, sem cortes). Coloque água para ferver numa panela de pressão aberta. Quando a águia estiver fervendo, jogue as bananas. Esse choque térmico é importante. Tampe a panela e deixe pegar pressão. Quando começar a apitar, conte 8 minutos. desligue a panela e deixe que esfrie sozinha. Quando estiver sem pressão, abra e retire as bananas. Abra as bananas e retire o miolo, colocando-os num processador. As cascas podem ser usadas em outras preparações. Bata os miolos e deixe essa pasta esfriar.
Quando fria essa pasta, acrescente o sal e a farinha, aos poucos, até obter uma massa firme, moldável. Faça rolinhos e corte os nhoque no tamanho que quiser.
Numa panela grande, coloque água e leve ao fogo até ferver. Acrescente sal e, quando estover fervendo, jogue os nhoques. Quando subirem à superfície, retire-os. Disponha-os num prato e jogue o molho por cima. Sirva.




Para o molho de tomates falso


1/2 abóbora moranga pequena picada ou 2 cenouras picadas
1 beterraba média picada
1 cebola picadinha
3 dentes de alho picadinhos
um ramo grande de manjericão
louro em pó 
1 ramo de tomilho ou a gosto
sal a gosto
3 xícaras de água
óleo para refogar a cebola e alho



Refogue o alho e a cebola, acrescente a moranga e beterraba. Salgue. Acrescente a água e as ervas todas. Deixe ferver até que os legumes estejam bem macios. Bata no liquidificador ou com um mixer de mão.



Este é o molho de tomates falso básico. Você  pode variar o tempero. Uma outra opção de ervas que fica ótimo é louro, tomilho e alecrim.


Você pode, ainda, acrescentar palmito, cogumelo paris, milho, etc. Fica muito bom.

quinta-feira, 12 de março de 2015

Salada de abóbora moranga vegan





12/03/15

Uma ótima opção de saladinha para o dia-a-dia.


1/2 abóbora moranga média
1 cebola roxa média
1 punhado grande de cheiro-verde
1 limão
azeite a gosto
sal a gosto
pimenta do reino a gosto



Corte a abóbora sem casca em quadradinhos. Cozinhe até amolecer um pouco. É interessante que fique um pouco firme. Misture os outros ingredientes, deixe na geladeira e sirva gelado.

Café da manhã diferente: bolinho de batata-doce e manjericão




12/03/15
Este bolinho foi um experimento. Deu super certo! As crianças quiseram repetir e repetir e repetir. Uma boa ideia para um café da manhã mais saudável e diferente.



1 batata-doce grande
1 ramo de manjericão grande 
sal a gosto água para dar ponto de purê
fio de azeite para tostar




Descasque, corte e cozinhe a batata doce em água com sal. Coloque no processador com o manjericão e um pouquinho (mínimo) de água (só para dar ponto de purê- tem que ficar consistente). Bata. Coloque um fio de azeite na frigideira antiaderente * tem que ser nova* (só para dar um tostadinho no bolinho). Coloque uma colherada cheia do purê na frigideira e vá moldando. Faça isso até não caber mais na frigideira. Deixe tostar bastante antes de virar. Se tentar virar antes do ponto, vai quebrar, porque não vai farinha alguma e ele fica bem mole. Quando tostar um lado, vire do outro com uma escumadeira grande. Deixe tostar tb. Sirva.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Purê de berinjela

24/02/15
Para o dia-a-dia, uma variação de purê. Muito saboroso.



5 berinjelas
5 batatas pequenas ou 3 grandes
1 ramo grande de alecrim
5 dentes de alho grandes descascados 
1 pitada de cominho
sal e pimenta a gosto
azeite



Coloque as berinjelas e o alho numa assadeira (inteiras mesmo) e leve ao forno alto por uns 45 min. ou até que estejam murchas. Pique as batatas e cozinhe-as em água com sal. Retire a berinjela do forno e abra-as ao meio. Com um garfo, retire o miolo, deixando apenas as cascas. Descarte as cascas. No processador, coloque as batatas cozidas, o miolo das berinjelas, os alhos assados, uma pitada de cominho, alecrim (somente as folhinhas), sal a gosto, pimenta a gosto e azeite a gosto. Bata tudo até virar um purê. Sirva.

Sanduíche natural vegano


24/02/15
Sempre nos perguntam como fazemos nosso lanche natural favorito. Aqui está. O patê de grão de bico é com maionese de alho assado. Fica incrível!


3 xícaras de grão de bico cozido
(duas de grão de bico amassado e uma com o grão inteiro)
1 cenoura grande ralada no ralo fino
5 cebolinhas picadinhas
1/2 xícara de uva-passas 
1/2 xícara de castanha de caju quebradas
1 limão espremido
sal e pimenta
1 colher de chá de curry (opcional)
* já fizemos com e sem curry. Depende muito da ocasião. Com curry fica forte.


pão, alface e beterraba ralada no ralo fino.



Numa vasilha, misture os ingredientes, com exceção do alface, beterraba e pão. Sugerimos misturar a castanha de caju apenas na hora de consumir, também. Leve à geladeira. Fizemos o patê de grão de bico um dia antes, assim fica mais gostoso e geladinho. Na hora de montar, acrescente a castanha ao patê e misture bem. Tempere a beterraba e o alface com azeite, sal e limão. Passe um pouco do patê no pão e acrescente a beterraba e alface. Sirva.

Maionese de alho assado



24/02/15
Mais uma variação para a maionese... Desta vez, o alho foi assado. Ficou uma delícia!


7 dentes de alho
1/2 xícara de leite de amêndoas (ou o leite vegetal que quiser)
1 xícara de óleo de girassol
1/2 limão espremido
sal a gosto



Asse os dentes de alho. No liquidificador, coloque os alhos assados (sem casca), o leite, o sal e bata bem. Com o liquidificador ligado, vá derramando o óleo em fio, devagar, até acabar. Quando acabar, acrescente o limão, bata mais alguns segundos e desligue. Sirva.
Pin It button on image hover